Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Vais dizer-me que não gostas...

Domingo à tarde

Vais dizer-me que não gostas...

17.Nov.17

É preciso mesmo um motivo?

David Marinho
Pergunto, porque perguntar não ofende, se tem de haver sempre um motivo para tudo acontecer. Motivo para discutir, para amar, para nos zangarmos, para explorar, para saber, conhecer, para tudo. Se, num ato propositado, não podemos fazer por fazer, sem motivo aparente ou físico. Se temos de mostrar o que somos, o que conquistamos e o que sabemos para dar mostras da pessoa que as outras pessoas veem à frente. É que tem dias que quero estar no meu canto, pelo simples prazer de estar em (...)
15.Nov.17

#11 Chucha-me o nabo

David Marinho
O bom que levo desta vida é o de poder olhar para as pessoas, para pessoas e tudo o que trazem com elas. Existem olhares, uns cheios de vida e outros tão vazios e todos eles coabitam, constroem o mundo onde vivemos. E hoje, enquanto fazia o meu trajeto de comboio, pensei muito nisto: podem duas entidades opostas emocionalmente coabitar o mesmo espaço? Não pode com isso haver uma transferência de energia, que possa, das duas, uma: ou acabarem as duas num estado emocional igual ou uma (...)