Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Vais dizer-me que não gostas...

Domingo à tarde

Vais dizer-me que não gostas...

09.Out.17

Campanha de sensibilização pelas nossas costas

Vou-vos falar das minhas costas.

Aliás, questiono-me quantas pessoas tocam em assuntos basilares como as suas próprias costas? Poucos, diriam vocês. Ninguém, digo eu.

As minhas costas suportam muito do peso e tensão que eu acumulei ao longo da minha vida. São elas que sofrem com os meus devaneios, as minhas ao ginásio (quando vou) e o meu stress. Já agora, isto do stress acumular-se nos ombros é uma falha no ser-humano que gostaria, em sede própria, reclamar e ver algumas melhorias. É que continuo com software 1.0 desde 1990, o que claramente demonstra o desleixo que as entidades que nos gerem têm para com os seus produtos. Adiante...

As minhas costas vão-se queixando aqui e ali, irritadas pois claro com a minha capacidade de as desiludir aumentando o peso e a sobrecarga emocional em cima delas, além de malas, mochilas e malinhas. Elas têm todo o direito de reclamarem mas sinto-as a falharem um bocado pela calada. Creio que são tímidas, o que traz alguma dificuldade de comunicação com elas.

 

Por isso eu digo: não deixem as vossas costas, falem com elas porque elas merecem uma oportunidade. Um dia vão precisar delas e depois? Ah pois. Por um futuro mais digno das nossas costas. Com o slogan em inglês de Portugal: For a future more dignate of our costate.

14 comentários

Comentar post