Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

18
Jul18

Filtros na sociedade: sim ou não?

David Marinho

Os humanos são coisas bizarras que a evolução foi trazendo à baila. Os humanos moldaram-se através dos tempos, da literatura, das diferenças, das divergências mas até aqui tudo bem. O que é mais bizarro é que o espírito primitivo ainda permanece quando desconstruímos a nossa consciência e fazemos o que fazemos sem querer. Esse estado primitivo influencia a forma como vemos certas atitudes e as tomamos como ofensivas, como a falta de bom-senso e alguma má educação. 

Trouxe este assunto porque não percebo a facilidade com que perdemos o leme do barco para nos distrairmos do foco das coisas. Não percebo como somos conscientes de certas atitudes mas depois, inconscientemente vamos sendo outra ou outras pessoas, distintas da pessoa consciente que éramos. 

É que odeio a falta de coerência e isso leva-me obrigatoriamente a ter uma segurança quase infinita nas minhas opiniões, crenças e credos quando na verdade não estamos imunes a moldar-nos consoante o tempo e o rumo das coisas, levando-nos a perder a razão. Odeio mas percebo que é isso que nos torna flexíveis.

É por isso que as ditaduras impõem limites: para que não haja incoerências. Mas nao quero uma ditadura, mas não pode ser a única forma de nos tornarmos coerentes. É que quanto mais vemos, mais lemos e mais sabemos, mais pomos em causa tudo aquilo que existe e tudo aquilo que somos.

A minha questão é esta: é preciso filtro para quem distribui a opinião (de qualquer forma) ou é preciso uma "ditadura" auto-instituída, inconsciente que filtre tudo o que existe?

city-community-crossing-109919.jpg

6 comentários

Deixa a tua marca

O que procuras?

leituras-verao-mrec

Quem sou eu?

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
Imagens retiradas do banco de imagens Pexels, quando não são da minha autoria. Entrem em contacto comigo caso queiram ver apagadas as fotos que sejam do vosso direito e da vossa autoria.