Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Vais dizer-me que não gostas...

Domingo à tarde

Vais dizer-me que não gostas...

20.Ago.17

Furei a dieta

Sentei-me na esplanada na melhor pastelaria da vila. Tão boa que tem uma esplanada que só de Uber se consegue chegar ao fim desta. E eu sentei-me na ponta, á sombra de umas árvores carregadas de passarinhos que cantarolavam canções de Primavera, aquelas que são imtemporais, visto que é Verão e elas não se calam. Urgiu-me questionar: "E se elas cagam em cima de um gajo?" e preocupou-me, pensei muito na vida. Por um lado o alívio de uns pode ser o terror de outros, uma espécie de liberdade de expressão para pássaros, porque esta é a única temática que causa polémica. Mas foram preocupações em vão, não defecaram mas cantaram mais alto porque quando não o fazem, soltam aquela flatulência de pássaro que, à boa maneira deles, além de barulhenta deve ser mal cheirosa. A empregada veio, trazia um telemóvel-meio-tablet, para registar o meu pedido:

- Boa tarde, o que vão desejar?

- Olhe, aaaah...pffff....hummm...dois cafés e dois pastéis de nata.

- Então...3€, por favor.

- Multibanco?

- Temos.

- Sendo assim vou levar mais 4 pastéis, para a "família"

- Mas se levar 4, são 4€. Se levar 6, são 5€

(ser português + promoções lixam-me sempre)

- Aceito.

E foi assim que furei mais uma dieta. Gosto de lhe chamar dieta, porque é da moda, porque é bonito, porque sabe sempre bem. A dieta é aquele amigo rico que sempre quisemos ter, não propriamente pela amizade mas porque aos olhos dos outros é cool. Mau exemplo pois sendo assim furei o meu amigo rico, e acho que isso terá demasiadas interpretações. Esqueçam, simplesmente furei a dieta. Seja ela qual for, em que parâmetros for.

 

E sim, tenho trauma com pássaros que defecam em cima de pessoas porque já fui uma das visadas. 

2 comentários

Comentar post