Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

o que faço para o jantar?

Domingo à tarde

o que faço para o jantar?

Não se nega o que nos faz bem

É desta janela de autocarro que vejo passar a vida em silêncio. Tudo parece tão rápido nesta viagem até ao fim, onde o sol me queima nas costas e me magoa os olhos claros. Acompanha-me o Rio Tejo, desde onde sabemos não ter pé até aos baixios, onde moram as salinas que outrora fizeram a história e os dias deste sítio. Tudo acabou, a natureza tomou conta do que é dela e onde nunca tivemos mão. E acabou com ela os que idealizaram tudo isto, que projetaram, que mandaram e, impotentes, deixaram morrer. E enquanto o tempo passou, encostei a cabeça ao vidro e senti o vibrar do espaço que se movimentava, da parte mecânica da vida movimentada a poluição. Já nada fazia sentido senão a minha casa, o refúgio de todos os dias, onde me sentia bem. 

Não se nega o que nos faz bem.

 

Copyrighted.com Registered & Protected 
Z3V4-KWNR-IU74-YMMD

2 comentários

Comentar post