Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

Para os que chegam atrasados

Atrasos.

O que há na vida das pessoas para massacrarem constantemente o conceito de chegarem a horas?

Combina-se 2 dias antes, 1 semana antes, 2 horas antes, qualquer coisa, para depois nunca chegarem a tempo. Mas tenho uma teoria:

  • Não sabem priorizar compromissos;
  • Não querem saber se existem obstáculos entre onde estão e o sítio onde vão estar;
  • Odeiam chegar horas com medo que sejam elas mesmas a ter de esperar.

Mas aqui dou de barato todos aqueles que se atrasam por manifesto azar ou por manifesta falta de tempo. Mas não é só de azares que é feita esta vida, não é? Ou é?

Conto-vos o que penso disto: eu tenho uma capacidade que desenvolvi durante muitos anos de pôr para um relógio tudo aquilo que faço, ou seja, estando no ponto A e tendo um compromisso, eu calculo automaticamente a hora mínima e máxima a que chego ao ponto B - constantemente. Isto acontece a quem anda anos e anos de transporte, e que parece perder-se quando começam a andar de carro, o que é um erro. Organização temporal pode ser a diferença entre ter tempo ou não ter, e creio que não há grande ciência no que estou a dizer.

Por isso quando penso que prefiro chegar 1 hora antes do que 5 minutos depois, porque não podemos todos pensar assim?

analogue-classic-clock-280264.jpg

apoio-escolar-pnl-billboard

12 comentários

Comentar post