Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Não gostas, queres ver!

04.04.18

Porque defendo o direito à escolha


A vida desgasta muito porque é vivida com pessoas totalmente distintas de nós muitas vezes. E essa distinção obriga-nos a aprender a lidar com os outros de formas que achávamos ir totalmente contra tudo aquilo que acreditamos - e vai, muitas vezes também. As pessoas na sua generalidade não se apercebem, mas impomos (ou queremos impor) o nosso cunho pessoal em tudo, quer na educação dos nossos valores, quer nas nossas ações, na forma de pensar, tudo. E impor isso a pessoas que querem igualmente fazê-lo, acaba por chocar, ás vezes de uma forma exacerbada. Dou-vos um exemplo: o direito à escolha. Quanta falta de respeito já vivenciaram simplesmente porque fizeram uma escolha? A dificuldade que é para muita gente tomar partido de qualquer coisa (cunho pessoal), sem que outras pessoas hajam com respeito às escolhas dos outros (as suas escolhas são outras, logo é o seu cunho pessoal também).

Depois entramos no campo da cedência pessoal. Numa relação entre duas pessoas (até no amor, mas não foi por aí que comecei este texto) alguém tem de ceder, senão serão dois muros a falar. Estigmatizaram muito as pessoas que cediam a tudo o que acreditavam para acreditar na outra pessoa, mas de facto isso pode resultar, porque ceder aquilo em que acreditamos, faz-nos repensar nas nossas escolhas e até aumentar (diminuir também) o gosto que temos por elas. Serão elos mais fracos? Serão uns conas (desculpem lá)? Creio que não e até revela superioridade moral.

Porque comecei isto? Porque li há dias a diferença entre vitória conquistada e a vitória moral, e defendi que as vitórias morais são importantes vitórias que nos preenchem a alma. Não tem efeitos práticos, eu sei, mas uma alma apaziguada, feliz, descomplexada, tem o seu quê de importante. E porque as vitórias conquistadas não são tão duradouras como as morais.

 

Disclaimer: Não prefiro vitórias morais, mas elas têm de existir, até a par das vitórias conquistadas.

choices-decision-doors-277615.jpg

4 comentários

Comentar post