Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

Quando ganhamos e quando perdemos

É quando perdemos, que amamos mais e corremos atrás.

É quando perdemos, que ganhamos consciência dos erros e da falta que faz sermos mais nós próprios.

É quando perdemos, que nos cai tudo, que as memórias ganham espaço e tudo se torna infindável para a alma.

 

Mas não perdi para poder ganhar um bocadinho mais todos os dias. O amor é memória, é o gesto e é necessário. Não fica uma palavra por dizer, nunca as perguntas ficam sem resposta, nunca o amor deixa de ser correspondido. E é por isso que somos felizes, porque tudo na vida precisa de manutenção, materiais novos, novas formas de ver, sentir e apurar os sentidos. É preciso reconhecer o mérito, os erros e aprender, aprender todos os dias, porque a partir do momento em que tomamos partido da comodidade e do conforto do falso conhecimento, estagnamos e deixamos de ter para dar.

Nada na vida é garantido, e tão pouco sabemos a solução de tudo. Mas a piada de tudo isto é mesmo essa.

hippie-mrec

4 comentários

Comentar post