Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

27
Abr18

Vão embora porquê?

David Marinho

Odeio despedidas, caramba!

No trabalho como na vida, as pessoas vão e veem, porque o destino assim as obriga. Ás vezes são oportunidades que aparecem, outras vezes são azares, e assim vão desaparecendo as pessoas da nossa vida por falta de presença ou por falta de tempo.

Mas como odeio as despedidas, caraças!

Não há compostura que segure o fim de um ciclo nem alegria momentânea que perdure no momento para nos dizer que acabar um ciclo é normal. É anti-natura o fim do fim, mesmo que o fim seja uma mudança no espaço físico que nos separa.

E como nos despedimos? É um "até já"? Um "tudo de bom"? "Um "vemo-nos por aí"?

E a desgraça que é passar um último dia, sabendo que mais hora, menos hora, muda-se o chip e a vida continua?

Há constituição, leis, decretos, o que seja, para o fim?

Quem inventou o fim das coisas?

Foi a morte? Mas ninguém morreu, porra!

 

Aos meus colegas que se vão deslocar daqui para fora (mais agradável de se dizer), desejo-lhes boa sorte!

activity-agriculture-cloud-211047.jpg

18
Abr18

A despedida.

David Marinho

Vou viajar. A despedida.

Vão ser poucos dias, dará para abrandar o ritmo de cidade que tenho tido nos últimos meses e sobretudo fazer um meio reset ao cérebro. Mas as despedidas mexem sempre comigo. 

Não sou nada de chorar e o momento também não pedia tal coisa, mas há sempre qualquer coisa em deixar o nosso lar, os nossos familiares com a nossa ausência que se torna quase anti-natura.

Bem sei que quando estiver em solo espanhol, que me vou esquecer por momentos o que deixei, mas aqueles minutos finais do "tens tudo?", "Não precisas de nada?" deixa-me com a boca seca e aperto no peito.

Já tive despedidas de meses para milhares e milhares de quilómetros e essas varreram por completo a minha compostura. Esta foi ligeira.

Depois quando tiver de papo para o ar...mostro-vos!

aerial-aerial-view-aeroplane-59519.jpg

O que procuras?

leituras-verao-mrec

Quem sou eu?

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais recentes

Posts mais comentados

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
Imagens retiradas do banco de imagens Pexels, quando não são da minha autoria. Entrem em contacto comigo caso queiram ver apagadas as fotos que sejam do vosso direito e da vossa autoria.