Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

08
Jun18

São pessoas de ideias fixas?

David Marinho

art-blueprint-brainstorming-8704.jpg

Sou pessoa de ideias fixas mas maleáveis. 

Faz sentido?

Tive esta ideia ontem quando, numa formação sobre Programação Neurolinguística, permitiu-me descobrir que por trás de qualquer processo emocional, há um outro processo escondido, uma intenção, um outro pensamento. 

Com isto pude movimentar uma ideia que fixei durante todo o meu crescimento e pensar noutra perspectiva. É por isso que eu acho que a educação é importante, mas igualmente importante é podermos relacionarmo-nos com pessoas totalmente diferente de nós, porque isso nos dará perspectivas diferentes sobre tudo aquilo que pensamos.

Verbalizar todos os nossos pensamentos ajuda-nos a desmascarar problemas relativos ou problemas reais, medos, receios, etc. E realmente faz sentido.

Quantas vezes não nos sentimos melhor por verbalizar algo que nos preocupa?

(Poderá haver aqui um despoletar de uma enxurrada de preocupações, mas...mandem tudo cá para fora)

Mas a ideia que mais me marcou foi a de que por trás das intenções de um pedófilo, homicida, suicida, etc, há uma intenção positiva. Visto por alto é uma aberração de ideia, mas faz todo o sentido. É um distúrbio que poderá advir de uma necessidade enorme e extrínseca de amor, de afecto, de aceitação, que mesmo que não tenha a ver com o teor dos actos que promovem, são problemas por vezes impossíveis de descortinar.

O que acham disto tudo?

 

04
Mar18

3 questões a fazer com a falta de inspiração para escrever

David Marinho

Sabem porque ter um blogue é difícil?

Porque nem sempre temos inspiração. Pior...quando ela não vem, ausenta-se logo por vários dias e as coisas quase que ficam ao abandono.

Mas vamos tentar perceber o porquê disto acontecer, com 3 questões simples (podiam ser mais):

  1. Querem um estilo próprio para o blogue ou vai sem estilo mesmo?
  2. O que vos inspira?
  3. Pretendem um blogue para o social ou uma coisa mais pessoal?

E agora as explicações:

  1. Ter um estilo próprio ajuda imenso porque seguem uma linha de raciocínio, e que pode redundar, por exemplo, num diário da vossa vida ou em alguma obra ficcional que possam criar. As pessoas gostam disso, porque fá-las sentirem-se terra-a-terra e, em alguns casos, melhores ou piores do que já estão. Ao invés disso, se optam por uma coisa qualquer, talvez ganhem a inspiração para qualquer coisa, mas as ideias dispersam-se mais facilmente;
  2. Complementando com o que foi dito no ponto 1, se seguirem uma linha, a inspiração é quase catalogada. Caso contrário, qualquer "pedrinha da calçada" serve como inspiração. Não quer dizer que possa aparecer por obra e senhor do acaso, mas que ajuda...ajuda;
  3. Todos nós gostamos de reconhecimento, de ter gente a ler-nos, porque ter um blogue público (não vou discutir os privados e os públicos, dos blogues que servem para auto-comiseração/auto-inspiração/autocarro/automóvel, etc) é torná-lo por si só social. Mas se queremos realmente tornar tudo isto social, temos de ser regulares, cativantes e melhorar sempre. E sobretudo sermos vistos pelos outros, o que requer tempo e dedicação, muita leitura e comentários. Se queremos isto mais recreativo, privado, continuem o que têm feito até agora. A diferença está na maior ou menor dedicação que damos a isto fora do nosso blogue, como forma de atrair gente cá para dentro.

Concluindo, tudo o que escrevi serve também para mim, que tenho as minhas alturas menos conseguidas e a dedicação pelas ruas da amargura. Mas creio que ilumina algumas cabeças que ainda não tinham pensado nesta perspectiva.

 

O que pensam disto?

pexels-photo-355988.jpeg

21
Dez17

Delito de Opinião: o livro

David Marinho

Eu sempre fui a favor de recomendar, comprar e apoiar as causas que são criadas por pessoas e para pessoas, longe do puro negócio e do "papa" dinheiro, a qualquer custo. É por isso que, e sou suspeito porque fui convidado lá, ajudei a que esta ideia do livro do blogue Delito de Opinião seja uma realidade. Se procuram um blogue de qualidade, de pessoas que partilham opiniões formais, fundamentadas, interessantes sobre o mundo que nos rodeia, é aqui que encontram. É bom perceber as tendências actuais, as correntes de pensamento, lendo este espaço e estas pessoas que são como nós. 

Por isso se puderem...apoiem e terão uma obra de qualidade em casa.

1507200652_9szAFaVeSNvwtbPn4Zc[1].jpg

Se quiserem saber mais sobre esta ideia: aqui

O que procuras?

leituras-verao-mrec

Quem sou eu?

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
Imagens retiradas do banco de imagens Pexels, quando não são da minha autoria. Entrem em contacto comigo caso queiram ver apagadas as fotos que sejam do vosso direito e da vossa autoria.