Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

22
Mai18

3 dicas de como minimizar os danos de um trabalho por turnos

David Marinho

Percebo, pelo que vou vendo aqui no Sapo, que algumas pessoas já tiveram algumas experiências de trabalho por turnos. A esses, porque suponho que deixaram essa vida, digo: "Ainda bem!". Aos que ainda andam nesta vida como eu, digo: "Ainda bem!" - também é importante ter trabalho remunerado, de preferência com alguma justiça. 

Eu entendo quando me dizem que o corpo precisa de descanso, de uma rotina de descanso e que nunca deve fugir da normalidade, biologicamente falando. Aliás, uma das minhas primeiras coisas que implementei quando fazia noites era o de fazer as refeições do dia normais, avançando no tempo, ou seja, jantando às 5 da manhã, ceando às 7h e cama.

O que me faz confusão (mas respeito) é que me digam que não conseguem ter essa vida, se lhes fosse dada essa hipótese. Conseguem, sim, mas é preciso terem algo que hoje não têm porque não precisam tanto: disciplina. É preciso disciplina de sono, de alimentação e este post é para dar-vos algumas dicas para quem sofre deste mal (como eu) ou para aqueles que um dia sofrerão com isto.

 

  1. Quer façam manhãs, tardes ou noites, convém fazer as refeições normais, adaptando o tempo. Por exemplo, se acordam às 17h depois de uma noite, essa é a hora referência para o pequeno almoço. 20h seria o vosso almoço, 23h o lanche, depois jantar, etc.
  2. Conseguem sempre dormir 8h. É preciso é pôr cabeça que deitar às 21h tem de ser uma realidade, se tiverem que acordar às 5h da manhã, por exemplo. A mim custa-me deitar tão cedo, nem na escola primária, mas é possível. E se é possível...
  3. Voltando à alimentação, uma boa alimentação, aliada ao exercício, ajuda o corpo a resistir muito mais às diferenças de tempo, a dormir melhor. O contrário, rebenta com vocês e com o vosso bem-estar geral.

E isto são algumas dicas, não profissionais mas que não põem em causa a saúde de ninguém. Convém recordar que a luz regula o nosso relógio biológico, e é por isso que as noites são naturalmente mais duras de passar. Mas se pudermos ajudar o nosso próprio corpo a regular o sistema...porque não?

adult-bench-business-man-272064.jpg

Tenham uma óptima semana.

26
Jan18

Viver sorrindo e andando

David Marinho

Ninguém se acha

pai ou mãe

Da razão. 

Se o engodo desencanta

A expressão não colabora

As palavras se enrolam. 

 

Vivi noite e dia

para estar

para ser o que sou. 

Só não fiz o que não me competia

O que não me satisfazia 

O que fazia de mim

O que nunca fui. 

 

Então sorrimos. 

Sorrimos e andamos

Que às tantas, de tantas

Voltas que o mundo dá 

Viajamos e vivemos

Num total sorrindo

E estou-me cagandismo. 

15
Ago17

Peçam factura electrónica!

David Marinho

Fazer horários noturnos tem um coisa boa: dormir num horário em que todos estão a trabalhar e trabalhar num horário em que todos estão a dormir. Este desencontro é especialmente agradável porque não justificamos a ninguém (nem precisamos) o que trabalhamos ou o que dormimos. Mas o pior deste lado da vida é que há coisas que não dependem de nós: carteiros e publicidade. Eu tenho um campainha que tocada na rua, fica durante 1 minutos a tocar ininterruptamente em casa ecoando por todo o bairro, obrigando-me a acordar, deslocar-me com tremenda dificuldade para a porta para o calar. E para quem vive aquele problema de não conseguir voltar a adormecer, independentemente de ter dormido 1h ou 10h? Esse privilégio tenho durante a noite, em que em princípio não haverá correio para distribuir e poucas razões que me façam acordar. É que até o meu organismo habituou-se à ideia de não ter de satisfazer as necessidades durante este período.

Sou um fervoroso adepto do correio por via eletrónica, imaginem porquê.

 

O que procuras?

leituras-verao-mrec

Quem sou eu?

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
Imagens retiradas do banco de imagens Pexels, quando não são da minha autoria. Entrem em contacto comigo caso queiram ver apagadas as fotos que sejam do vosso direito e da vossa autoria.