Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

15.Out.18

Leslie e o futuro

David Marinho
O país não está preparado para nenhuma tragédia. Talvez seja fruto da segurança que sempre nos foi garantida, quer nacional, quer meteorológica. Mas não estamos preparados para quando algo nos devasta o país, como por exemplo a tempestade Leslie. Quando me preparava ao início da noite para ir trabalhar, deparei-me com os avisos de que as pontes em Lisboa podiam fechar. Se fechassem, toda a margem sul ficava isolada do resto país, sobrando a hipótese de, querendo ir para Lisboa, (...)
13.Out.18

O sucesso não vem nos livros

David Marinho
Vou ser polémico: os livros de auto-ajuda são uma merda. Não há, nem nunca vai haver, receitas mágicas para se ser melhor, maior e mais feliz. Ninguém, e custa-me acreditar o contrário, leu alguns livros dessa temática e ficou carregado de sabedoria, de saúde ou com uma sexualidade melhorada. Mas eu percebo o desejo intrínseco de, numa vida tremendamente agitada como a nossa, haver a necessidade de procurar receitas milagrosas para o sucesso, interior ou exterior. É como os (...)
12.Out.18

Infinidade de coisa nenhuma

David Marinho
Já sei que somos pó, porra! Quantas vezes mais tenho de te ouvir dizer que isto tudo é uma infinidade de pequenas merdas que não fazem sentido nenhum? Ah, sem esquecer que andamos às turras por pura vaidade. Ninguém anda às turras por vaidade. A vaidade é o estágio terminal da estupidez que não serve o intuito de nada. E queres continuar a fazer-me acreditar que a vaidade faz o trabalho todo?  Olha, assim de repente podias ligar. Não dizes que não ouves a minha voz e que por (...)