Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

06.Jan.18

Livros: "A liberdade do drible" de Dinis Machado

David Marinho

A Liberdade do DribleA Liberdade do Drible by Dinis Machado
My rating: 4 of 5 stars

Um livro muito bem escrito, a diferenciar bem a qualidade dos cronistas do século XX para a qualidade dos cronistas dos dias que correm. Um discurso fluído, elegante, que explicava bem o sentimento que o futebol tinha e teve na vida do autor.
Espero agora ler a obra "O que diz Molero", que parece ser outra das grandes obras portuguesas do século XX.


View all my reviews

06.Jan.18

Desafio das 52 semanas - semana 1

David Marinho

20820578_SKZSN.jpeg

Ler um bom livro - Nada como aquela leitura, aquelas palavras que nos caem bem e nos traduzem o espírito e a confiança.

Ouvir uma boa música - A música que se encaixa no estado de espírito no momento, e que sabemos que com outro estado de espírito, nada é igual e nada será igual.

Ver o mar ou ver uma paisagem - O mar, mais do que a paisagem, acalma-me. Os sentidos apuram-se todos, não é?

Comer uma boa comida caseira - Não é comer por si só - isso é mera necessidade. Mas quando nos cai bem no estômago, quando nos conforta as emoções, que nos dá até saudade, nada é melhor do que isso.

Dormir uma boa noite descansado - Para quem costuma ter noites não muito fáceis, dormir bem é uma utopia e um luxo. Sabe bem acordar bem, certo?

06.Jan.18

Toca a acordar!!

David Marinho

O relógio marca as seis da manhã e não se vê vivalma na rua. Minto, minto, até vejo mas não existem naquela hora, onde a consciência apenas acordará com o primeiro café ou o primeiro raio de sol. Este estado entre tudo e nada define o que vejo a esta hora. 

Hoje pensei trazer agasalho suficiente mas os oito graus, que vão marcando na única luz capaz de iluminar a rua (a da farmácia),  com uma cruz verde latejante que vai guiando a escuridão, são suficientes para me causar um recolher obrigatório do meu corpo para voltar a equilibrar a minha temperatura.

É o trabalho que faz estas pessoas estarem na rua a esta hora. Por isso dou valor ao trabalho. Dormir é bom mas é preciso viver, é preciso ter gente e ver gente, para que possamos sentir que a nossa existência ainda vale alguma coisa.

 

Bom dia e bom fim-de-semana.

IMG_20180106_060853_376.jpg