Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

19.Jun.18

"Anda, tu bates bem", Portugal

David Marinho

Alguém quer uma dor de cabeça? Eu ofereço. Não, a sério! E ainda vos dou um Brufen para ver se passa.

Bem, o que vos trago aqui é um pedaço de nada, como aliás, tem sido apanágio nos últimos tempos. Isto porque estamos em altura de Mundial e na mente de um aficionado pelo futebol, dá-se um clique, muda-se o chip e só vemos bola, bola, bola. E a bola joga-se com os pés, deixando bola na cabeça.

Eu sigo a selecção desde o Campeonato Europeu de 2000 (não me lembro para trás), jogado na Holanda-Bélgica, onde caímos aos pés da França de Zidane, com uma mão de Abel Xavier. Desde então guardo memórias:

  • de um Portugal-Polónia do Campeonato do Mundial Coreia/Japão de 2002 na extinta Praça Sony no Parque das Nações, onde vencemos por 4-0;
  • de não dormir após perdermos a final com a Grécia no Estádio da Luz no Europeu de 2004;
  • do jogo com maior pancadaria da história da selecção, num Portugal - Holanda no Mundial 2006 na Alemanha;
  • de um Europeu de 2008 fracassado;
  • de uma série de maus resultados contra a Espanha que resultou em novo campeão do Mundo (2010) e da Europa (2012) dos espanhóis;
  • de um mundial 2014 no Brasil horrível!
  • de um Europeu em França, em 2016, com um histórico de 3 meias-finais perdidas com franceses, acabando por matar um borrego que tinha demasiados anos.

Para já as coisas estão bem.

663072_w2.jpg

A primeira grande desilusão da minha vida.

créditos da imagem

3 comentários

Comentar post