Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

15.Out.18

Leslie e o futuro

David Marinho

O país não está preparado para nenhuma tragédia. Talvez seja fruto da segurança que sempre nos foi garantida, quer nacional, quer meteorológica. Mas não estamos preparados para quando algo nos devasta o país, como por exemplo a tempestade Leslie. Quando me preparava ao início da noite para ir trabalhar, deparei-me com os avisos de que as pontes em Lisboa podiam fechar. Se fechassem, toda a margem sul ficava isolada do resto país, sobrando a hipótese de, querendo ir para Lisboa, ter de ir ao profundo Alentejo para dar a volta ao rio. Com sorte, a tempestade fugiu da região e foi encontrar terra na zona da Figueira da Foz/Coimbra e devastou toda uma região, de tal maneira que a EDP não tem forma de contornar em tempo útil o problema, estando em cima da mesa o pedido de ajuda internacional, e a Altice para repor as telecomunicações naquela zona e demais entidades e pessoas que ficaram desalojados, sem previsão para regressar ou ter um lar. 

Há muito que as condições meteorológicas têm vindo a extremar, sem estações do ano definidas e sem capacidade para previr com condições um estado do tempo. E isso permite que haja previsões deficientes quanto à forma de agir perante condições desconhecidas ou com graus tão elevados. O que faz com que, quando aparece algo, é deixar levar tudo e logo se vê. 

Pude chegar a Lisboa e verifiquei que os avisos da protecção civil foram cumpridos. Ninguém estava na rua, o que era estranho naquela altura noutras condições, poucos ou nenhuns carros mas o tempo também era o normal, contradizendo a tragédia que se avizinhava. Infelizmente ela viajou para outro lado que não o mar onde podia morrer solteira. 

Que tudo se resolva, e num país que tem sido abatido pelos constantes incêndios cada vez maiores, é trágico que agora seja a chuva e o vento a estragar tudo o resto.

Resultado de imagem para leslie tempestade

imagem: Expresso das Ilhas

7 comentários

Comentar post