Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

18.Dez.17

Não sei sê-lo sozinho

David Marinho

Olhei-a nos olhos desesperados

o ar afoito incompleto e viril

dotados de feitos desmesurados

nasceu pó, para lá de Abril.

 

E o olhar determinado 

de quem anda à deriva

procurando o significado 

da fome de amor que tem e do qual se priva. 

 

E eu acredito porque sei

por tudo o que ela é

e é tudo o que lhe dei.

 

Só não sei ser o maior louco

que o mundo sabendo que tenho tanto 

me vai dando tão pouco.

2 comentários

Comentar post