Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

18.Set.18

Porque gosto de ler

David Marinho

Gosto de ler porque isso traz-me alegria.

É fácil pela imagem termos noção da felicidade, do ar de arrependimento, do sonho ou do pesadelo. Pelo som, a voz diz-nos quase tudo mas falta-nos pormenores. Pelas letras é a nossa interpretação, e é por isso que o livro desafia-nos muito mais.

Os livros não trazem consenso, ou pelo tipo de escrita, pelo autor ou pela história. As letras são de interpretação livre, e isso faz com que alguns a rejeitem, com medo que a sua interpretação (a certa, sempre) vá contra aquilo que acreditam. Mas o contrário também existe, que achem que tudo é exactamente aquilo que pensaram, para o bem...e para o mal.

Eu leio para perceber o mundo. Falta-nos muitas vezes uma segunda opinião sobre as coisas, e muitas vezes elas vêem em forma de história, encapsuladas numa narrativa que pode ter tanto de rica como de pobre. Mas contamos com eles para nos darem tempo para pensar, para libertar o nosso stress ou as nossas frustrações e misturarmos com os sentimentos das personagens escritas. Nada despoleta as mais altas emoções do que um livro, nada.

E hoje foi o dia. Capitães da Areia, de Jorge Amado. Uma história que deixou marcas e uma visão sobre a educação, o amor e a virtude de crianças abandonadas como se calhar nunca tinha tido. E esta, independentemente de ser triste ou alegre, é a maior bênção que um livro pode dar: de fazer pensar.

 

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
David has completed his goal of reading 10 books in 2018!
hide

2 comentários

Comentar post