Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

21.Set.18

Queres o meu casaco?

David Marinho

Eu bem vi quando o frio cresceu na nossa direção.

Nunca foste de pedir agasalho, muito menos de queixares-te ao tempo o frio que está. Seguravas sempre o maxilar para não começares a bater o dente, enquanto lançavas impropérios só porque o vento ficou feio à medida que a noite avançava.

Sempre adorei esse teu jeito doce para rejeitar qualquer ajuda que fosse, à força de uma mulher que quer à força ser independente de tudo e todos. Mas dei-te o meu casaco.

Eu sei, demoraste 5 minutos para o vestir porque "frio? qual frio?" era o que lançavas constantemente cá para fora. Depois não quiseste outra coisa. Pareciam nuvens de algodão quente a envolver-te o corpo enquanto me tentavas aquecer também.

Não precisas de ser assim. Não tens que ser assim. Eu aguento, aguento muito, mesmo que não aguente tudo. Mas só o facto de te ver deliciar com o cheiro e o quente da minha roupa, já valeu a pena ter nascido.

animal-bed-cat-103651.jpg