Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

22.Dez.17

Deixem o velhinho dormir, porra

David Marinho
Vou-vos confessar algo que, mesmo tendo demonstrado inúmeras vezes, nunca falei sobre isto mas...quando estou demasiado cansado, dá-me para perder a compostura e rir de tudo. Do tipo:- Olá David, 'tá tude?- Está, saí agora do trabalho, vou para casa.- Que horror, horários de merda mesmo.- Pois é... (aqui começo a desligar o disjuntor)- Nem sabes, o António anda estranho comigo, ando super triste.- AHAHAHAHAH- Estás a rir de quê?E basicamente é isto. Raramente estou demasiado (...)
20.Dez.17

Diga bom dia com...moKambo

David Marinho
Nascem os primeiros raios de sol, a fresca brisa pela manhã e eu já estou todo fodido. Na verdade sairei do trabalho não tarda, para ir degustar um saboroso sono, ao som de marteladas no meu prédio. Curiosamente, de dia são marteladas pelo prédio, à noite marteladas no andar de cima. Vidas. Quem ousar olhar para mim neste momento, pensará: "Que figura tão cansada, que atrocidade triste de ser-humano!", e eu direi com delicadeza: "São olhos secos! Porque está vento e me fazem (...)
19.Out.17

Tragam-me a cama, precisamos de conversar

David Marinho
O cansaço das horas mal dormidas apoderou-se de mim. Sinto os olhos cansados, pesados, vergados a um peso tal que só pode ser comparado a uma bigorna que acaba de cair do centésimo andar. E vou olhando o relógio que teima em estar parado, tal é a lentidão com que anda como se nunca tivesse andado. Esperava que fosse mais tarde (esperamos sempre), na ânsia solene de que o dia de trabalho acabe, ou a noite de trabalho, para que regresse à minha cama e me permita estar um par de horas (...)