Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

18.Out.17

Saio porque tudo tresanda a memória

David Marinho
Tudo isto cheira a memórias, boas é verdade mas não deixam de ser memórias. Há muito que não me perdia nos encantos da estação de comboios da minha vida. Na estação que me viu crescer até ao dia que deixaram de permitir que atravessássemos pela linha para ir para casa, vendo os comboios passarem como respeitáveis elementos da natureza, porque a Vila esteve sempre dividida ao meio desde sempre. Mas isto tresanda a memória por todos os lados, que o tempo nunca arrancou. Tudo (...)
28.Mai.17

Comboio da vida

David Marinho
Às vezes vemos a vida a passar a alta velocidade. Vemos tudo desfocado, em linhas de luzes, sentados à porta de uma carruagem de comboio antiga. E é o vento que nos vai levando ao destino, e é ao vento que tornaremos. Pudera eu ter os medos de uma criança de 5 anos, e poder pela primeira vez, outra vez, pisar uma escola, reaprender a vida, reviver a vida, com a inocência que já não podemos ter. Poder ter as primeiras feridas, os primeiros amores, os aborrecimentos de uma vida tão (...)