Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

06.Jul.18

A história da bolacha Gertrudes

David Marinho
Quem nunca se sentou a comer uma bolacha, e pensou: "que se foda, sou eu que mando no mundo agora!"?Ninguém.Mas visto que estou a passar por uma fase de desinspiracao total, vou-vos contar a história desta bolacha que, como tantas outras, emigrou atrás de uma vida melhor e morreu na boca de um estúpido qualquer. Para proteger a identidade dela, vou-lhe chamar Gertrudes. A Gertrudes, espanhola, foi feita em meados do ano passado. Era uma bolacha feliz, viva entre caixas e caixinhas nos (...)
22.Jun.18

Voltar a Salamanca

David Marinho
Hoje apetece-me falar de Salamanca.Já lá foram? Então façam questão de ir, seja qual for a resposta.Eu nasci e vivi toda a minha vida numa terra de ferroviários. Desde o barulho dos comboios, o fumo, o cheiro a óleo queimado, o Intercidades que vinha do Barreiro, o Regional que partia de onde moro, a azáfama para Vendas Novas, Setúbal, Évora ou para o Algarve. Era ali que tudo acontecia, e tinha de passar por ali para ir à outra parte da vila - sempre foi assim e sempre será. 
25.Abr.18

Apanhei uma depressão (pré-laboral)

David Marinho
Dia da Liberdade e da depressão pré-trabalho. Hoje foi daqueles feriados que não sabem a nada, sem sal nenhum, que só servem para nos avisar que amanhã é dia de regressar ao trabalho, e a dúvida persiste: ainda saberei trabalhar? Ocorre-me esta dúvida após cada período de férias.Deixo-vos com aquilo que vivi por terras espanhuelas, onde a boa comida e o bom café são como diamantes e impossíveis de encontrar. Mas que aquilo por lá tem história...lá isso tem.