Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

20.Ago.18

Liberdade de expresssão em 2018? Por quem me tomas?

David Marinho
Para onde caminhamos, afinal?Para quem usa, como eu, redes sociais, blogues, etc para se exprimir, faz uso de uma liberdade de expressão que nunca poderá ser posta em causa se os factos relatados não puserem em causa a sua verdadeira essência. Proferir a verdade, seja ela qual for, seja ela criticável ou não, deve ser imposta para o bom funcionamento de uma democracia em pleno estado de direito. É com a verdade que nos devemos guiar, nos devemos organizar enquanto sociedade. E fico (...)
08.Mai.18

Não escreves mais porquê?

David Marinho
Tenho escrito pouco e o que pouco que tenho escrito dá sumo para meio copo. Não sei se tem sido falta de inspiração, de vontade ou falta de gracejo, mas as palavras e a vida não passam para o papel. Tenho olhado, aqui e ali, para o horizonte quando não olho para um computador, para o trabalho ou para alguém, e tenho olhado distantemente para não ver o quão perto tudo acontece e tudo existe em quantidades absurdas, para o bem e sobretudo para o mal.Tenho feito um exercício (...)
05.Set.17

O tormento

David Marinho
bom dia diz a senhora do vestido azul bom dia diz o senhor do fraque castanho   noutro tempo de mãos atrás das costas viviam ao relento por beijos proibidos à vista dessas encostas   educavam-se os pares o casamento selava a liberdade admiravam-se esses mares de tanto escutarem traziam sempre uma saudade.   e diziam bom dia, outros tempos ninguém sabia mentir e davam-se outros alentos porque o tormento não era não amar era não sentir.