Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

30.Ago.18

Muda-te ou muda alguém

David Marinho
Não há nada de errado em acreditarmos em nós. Em acreditarmos com uma força tal que possamos cair no erro de nos sentirmos egocêntricos, egoístas. É que 100% das mudanças que queremos implementar no Mundo, terão (ou deveriam) de ser uma realidade em nós, porque o nosso conhecimento absorve o que vê ou o que nos ensinam. Não há outra forma de saber: ou disseram-nos ou vimos. E acontece isso com crianças também. Não há feitiçaria, pozinhos que de repente se transformem em (...)
20.Nov.17

Incapacidade para sofrer

David Marinho
Às vezes penso que sou demais. Outras que sou menos, muito menos, mas em todas elas eu dei o que tinha, e em muitas delas o que não tinha. Umas vezes venci, outras perdi e outras perderam-se por aí como se fossem farrapos a esvoaçarem no deserto entre o que existe e o que não existe na minha vida. Vivi todo este tempo a acreditar de forma ingénua nas pessoas, pensando que o destino das coisas estaria nelas. Quão errado eu estava em pensar que se não fizesse nada ao mundo, que ele (...)
11.Out.17

#7 Chucha-me o nabo

David Marinho
Ontem, em pleno Estádio da Luz, bem perto de cinco mil Suíços, vi-me numa situação que me fez pensar muito. Havia um rapazinho, talvez com 10 anos,que foi com o pai ver um simples jogo de futebol. Ao começar, vejo que o miúdo se levanta e vomita. O que se sucedeu é que me fez pensar: pessoas que enojadas (não só pelo momento em si) olharam para o que aconteceu como algo indelicado, que não se devia suceder e como se só acontecesse a pessoas mal criadas. E saíram do sítio (...)