Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

15.Set.18

Os ais enquanto desperto

David Marinho
Ai o Sábado Que me parece Quinta  Amanhã trabalho, qual escravo Que grande pinta!   Ai a dor Que é dormir pouco Não sei se fico estúpido, Aleijado ou mouco.   Ai..ai, ai É cedo, Nosso Senhor Chamai-me uma cama Que isto já não vai lá com preces, Ai que dor!  
13.Set.18

Falasse eu sempre na primeira pessoa

David Marinho
Falasse eu sempre na primeira pessoa e talvez seria levado a ser um hipócrita, um egocêntrico, veneno.   Por isso falo na terceira como se por cima de mim, existisse um eu que comanda o que sou que vê o que faço que vive por mim.   Falasse eu sempre na primeira pessoa iriam dizer que uma pessoa não é assim que não pode ser feliz assim que não pode ler, conversar, amar sem que por detrás não viva no sofrimento do completo engano.   Falasse eu sempre na primeira pessoa seria (...)
18.Mai.18

Também mereço um devaneio, ora

David Marinho
O que tenho sofrido com pessoas e as pessoas sofrido comigo é como aqueles anúncios com recompensas que em vez de dois, leva um e já vai estragado. Sinto que independente do que sou as pessoas gostam do que sou. Quem seria eu sem gostar, e sem que gostassem? Não crer que se vive sozinho é não crer que não se vive acompanhado? Não e não creio. E elas aparecem aos magodes. (que palavra tão engraçada) para me dizerem o que não vi mas vi. e sei o que pretendem. e não quero saber.