Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

01.Jul.18

Vício de merda do telemóvel (sem ofensa, telemóvel)

David Marinho
Hoje vou tocar na ferida.Em anos, talvez muitos anos, vim trabalhar sem telemóvel. Isto para muitos afigura-se como uma situação normal, para outros uma situação que acontece, e para outros é uma situação, além de estranha, meio complicada. Eu admito aqui no auditório que tenho uma certa dependência por aquele objecto, porque tudo na minha vida está ali dentro. Eu escrevo no blogue através do telemóvel muitas vezes, agenda, calendário, calculadora, redes sociais, livros, (...)
21.Ago.17

Café. (não preciso de dizer mais nada)

David Marinho
Há qualquer coisa no café que vicia, e desenganem-se se pensam que é a cafeína. É o ato em si, o de pegar numa chávena ou copo de plástico cheio desse adornado líquido que faz com que nos viciemos cada vez mais. Há quem fume porque precisa do fumo, porque tem de ter o cigarro entre os dedos. Há quem coma, porque precisa de estar a mastigar como se fosse um entretém. Eu bebo café, chego a beber 4 por dia, 5 na loucura e não me tira o sono. Antes pelo contrário, chego a pensar (...)
22.Mai.17

Sabem o cheirinho a café pela manhã?

David Marinho
Tinha escrito aqui ontem que o café é aquele vício que fica mas que não faz efeito nenhum. Aliás, é possível que até sinta sono mas dores de cabeça não tenho à custa disto. Quem não bebe terá outros vícios (talvez piores) mas quem gosta deste néctar dos deuses, sabe o quão incrível é até sentir o cheiro ao longe quando passamos num quiosque, num café, numa copa de qualquer empresa (...)