Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

31.Out.18

Vamos falar de camas de lavado

David Marinho

Já vos contei do quanto me fartei das bolachas, ditas crackers? Não?

Se não contei, não será hoje.

Hoje tenho algo mais interessante para vos mostrar: lençóis de flanela. Choquei-vos, não foi? Eu sei.

De repente sou obrigado a revirar a gaveta para começar a usar pijama de gente, que por causa do frio também é ele quente. Chegou a haver alturas da minha vida, durante esta semana, em que o frio atingiu-me o osso e doeu. Doeu muito! Eu ter frio é um feito que devia ser comemorado todos os anos, porque se eu tenho frio, 81,37% das pessoas de todo o mundo têm frio. Há algo em mais do que adiposo que me aquece todos os dias, que me deixa preparado para ultrapassar meteorologias ligeiras. Descubro, enquanto escrevo, que suportar meteorologias ligeiras é quase elogio, como uma ofensiva da minha parte, cheio de tanques, prontos para arrasar regiões vastas. Podia até ser currículo.

Então coloquei lençóis de flanela. E agora nem o despertador me tira de lá.

 

16 comentários

Comentar post