Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Domingo à tarde

Senta-te, desfruta e serve-te enquanto vou ali fazer uma sestinha

14.Set.18

Voltei à faculdade

David Marinho

Vou-vos contar.

Ao longo da nossa vida vamos guardando muita coisa, e muita dela vamos deitando fora. Não somos capazes de, dependentes da experiência que foi e da intensidade, de guardarmos tudo e para o resto da vida - é humanamente impossível. A faculdade foi para mim a primeira grande experiência de independência, de responsabilidade e o mais perto que tive, até então, de estar mais tempo longe de casa. Se é triste ou não, foi o que foi.

Não foi a primeira escolha, não foi a segunda, nem terceira...foi a quarta. Mas dez anos depois eu tenho a certeza que era a casa certa, que independentemente do tipo e da forma de ensino, foi uma casa, juntamente com colegas e amigos (e um deles infelizmente já partiu). Foi o início de uma era em que aprendi a viver com eles dia e noite, enclausurados em salas e laboratórios, com professores e Engenheiros que muita paciência tiveram (alguns) para aturar a falta de disciplina de estudo que também fomos tendo.

Não eram saudades. Saudades existem quando o que temos hoje é emocionalmente e/ou fisicamente pior do que era e creio que está tudo na mesma. Mas gostei de voltar, como que uma missão que precisa de terminar, que já não tem o propósito que tinha. Restam alguns colegas que partilham o mesmo que eu, já que outros já seguiram o rumo da sua vida longe daquele sítio. Um dia serei eu, qual soldado no fim de uma guerra.

Voltei a uma casa que conheço bem, ciente de que a tolerância acabou.

Aos que começam e recomeçam, tenham um excelente ano.

Imagem relacionada

imagem

17 comentários

Comentar post